Você está aqui: InicioLinuxBackup com Rsync

Backup com Rsync

Backup com Rsync

Na primeira cópia o Rsync copia todos os arquivos entre origem e destino, após a primeira transferência ele faz a comparação entre eles e decide o que deve ser copiado.

Antes de transferir os dados, faz uma comparação do arquivo na origem e no destino. Os arquivos são quebrados em segmentos e os seus checksums são comparados. Os pedaços cujos checksums forem diferentes são transmitidos. A maioria dos repositórios de pacotes para Linux utilizan o rsync como método de atualização com os servidores oficiais da distribuição.

A syntaxe do comando é:

rsync "opções" "origem" "destino"

Exemplos de uso do comando rsync:

debian:~# rsync -avz /mnt/servidor /backups

 

Onde é feita a cópia recursiva do diretório /mnt/servidor, preservando os links, proprietários para o diretório /backups. Algumas opções do comando rsync:

a – basicamente indica que você quer que a cópia seja recursiva e que tudo seja preservado
v – verbose
m – ignora diretórios vazios
z – compactar os arquivos transferidos
e – especifica qual o shell remoto a ser usado
--progress – mostra o progresso da copia
--delete-excluded – remove ns origem arquivos que não existam no destino
--delete – remove no destino arquivos que não existam na origem
--partial – se a conexão cair, continua de onde parou

 

Fazendo a copia entre máquinas remotas, copiando o /home da máquina 172.16.1.200 para o /backup da máquina local:

debian:~# rsync -avz –progress –partial -e ssh  O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. :/home /backups

 

Com a opção -e o rsync utiliza como shell remoto o SSH, fazendo com que toda a transferência seja criptografada, garantindo maior segurança para o transporte dos dados.

Se quisermos que a transferência entre os hosts ocorra pelo SSH mas sem o uso de senhas, podemos estabelecer uma relação de confiança entre as máquinas utilizando chaves assimétricas.

Se você criar um script de backup com Rsync e SSH que seja executado com direito de root na máquina local faça o seguinte logado como root:

debian:~# ssh-keygen

Pode pressionar enter para tudo, isso coloca o nome padrão id_rsa nas chaves e dispensa o uso de senhas.

Para copiar a chave para a máquina remota faremos o seguinte:

debian:~# ssh-copy-id  O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Forneça a senha e isso fará com que as conexões feitas da máquina local, usando a conta de root para a máquina remota com a conta de user a autenticação será feita pelo uso das chaves e não pela senha, portanto seus scripts de backup poderão ser agendados e serem transferidos de forma segura sem que precise de alguém fornecer senha pra isso.

Espero que sua desculpa pra não fazer backup às vezes não seja mais usada depois desse comando . Lembrando que tem Rsync para Windows.

 

Fonte: Vagner Fonseca | Cooperati

O que você procura?

Novo Ambiente

Iniciamos o processo de um novo layout para o nosso portal. Em breve estaremos publicando novidades à você amigo usuário... Por enquanto, curta o nosso novo visual.

Versão Beta

Com nova ideologia e estrutura, iniciamos o processo de aprimoramento do portal, assim, estaremos comunicando as versões estabelecidas a cada processo de desenvolvimento. Comunicamos desde já, que estamos em fase de testes, caso apareça algum problema, comunicar nossa equipe através do formulário de contato, clicando aqui.

Versão Atual:
"3.0 beta"

Redes Sociais

Siga-nos Curta nossa FanPage

Parceiros





Cotidiano Linux